terça-feira, 1 de setembro de 2015

Secretário Regional da Agricultura e Ambiente congratula-se com distinção de vinhos do Pico

O Secretário Regional da Agricultura e Ambiente congratulou-se hoje com a histórica pontuação atribuída a três vinhos brancos do Pico pela revista norte-americana 'The Wine Advocate', de Robert Parker Jr., um dos mais influentes críticos de vinhos do mundo.

Numa escala de 100 pontos, o 'Arinto dos Açores 2014 by António Maçanita' e o “Arinto dos Açores Sur Lies 2014 by António Maçanita' receberam 92 pontos, enquanto o 'Verdelho O Original 2014 by António Maçanita', foi classificado com 90 pontos.

Luís Neto Viveiros salientou que esta distinção dos vinhos produzidos pela Azores Wine Company contribui para a notoriedade internacional dos Açores e dos seus produtos, e atesta, uma vez mais, a crescente qualidade dos vinhos açorianos, além de confirmar a aposta do Governo dos Açores na dinamização desta produção e no seu potencial de criação de riqueza e emprego.

O titular da pasta da Agricultura, além do reconhecimento público ao investimento realizado pelos produtores, empresas e cooperativas e pelo imprescindível papel dos enólogos envolvidos, destacou também o trabalho desenvolvido pelos técnicos dos Serviços de Desenvolvimento Agrário e do Laboratório Regional de Enologia.

O Governo dos Açores implementou na atual legislatura um plano de ação para recuperar, preservar e incentivar de forma integrada o aproveitamento de todo o potencial de riqueza da paisagem da vinha e da produção de vinho no arquipélago. 

Este plano, que concretiza a medida 'Potenciar o Setor Vitivinícola', inscrita na Agenda Açoriana para a Criação de Emprego e Competitividade Empresarial, inclui a promoção de cursos de formação planeados de acordo com as necessidades de cada ilha e a revitalização das vinhas, facultando material vegetativo das castas tradicionais dos Açores.

Por outro lado, estão em vigor significativos apoios à reestruturação de vinhas, contribuindo para o aumento da área de reestruturação e apta a produzir vinhos de Denominação de Origem (DO) e Identificação Geográfica (IG), no âmbito do programa VITIS.

O Governo dos Açores criou também um novo sistema de incentivos à manutenção de paisagens tradicionais da cultura da vinha em currais e em socalcos e de pomares de espécies tradicionais situados em áreas de paisagem protegida, suportado exclusivamente por fundos regionais e que se aplica a todo o arquipélago.



GaCS

Proteção Civil alerta para chuva forte e trovoada em sete ilhas dos Açores

O Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores (SRPCBA) informa que, tendo em conta que permanecem condições de forte instabilidade atmosférica na região dos Açores, o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) emitiu o seguinte aviso:

Para o Grupo Central

Aviso LARANJA referente a:
PRECIPITAÇÃO
No período entre as 17H00 de hoje, 1 de setembro, e as 08H00 de quarta-feira, de 2 de setembro.

Aviso AMARELO referente a:
TROVOADA
No período entre as 17H00 de hoje, 1 de setembro, e as 08H00 de quarta-feira, de 2 de setembro.
Frequentes e dispersas.

Para o Grupo Oriental

Aviso LARANJA referente a:
PRECIPITAÇÃO
No período entre as 17H00 de hoje, 1 de setembro, e as 08H00 de quarta-feira, de 2 de setembro.

Aviso AMARELO referente a:
TROVOADA
No período entre as 17H00 de hoje, 1 de setembro, e as 08H00 de quarta-feira, de 2 de setembro.
Frequentes e dispersas.

O SRPCBA recorda que o eventual impacto destes efeitos pode ser minimizado, sobretudo através da adoção de comportamentos adequados, pelo que, em particular nas zonas mais vulneráveis, recomenda-se a observação e divulgação das principais medidas de autoproteção para estas situações, nomeadamente:

Garantir a desobstrução dos sistemas de escoamento das águas e a retirada de inertes e outros objetos que possam ser arrastados ou criem obstáculos ao livre escoamento.

Manter limpos os sistemas de drenagem e consolidar telhados, portas e janelas.

Não despejar lixo ou entulho nas ribeiras, nem as obstruir com troncos ou ramadas.

Adotar uma condução defensiva, reduzindo a velocidade e tendo cuidado com a possível formação de lençóis de água nas vias.


Estar atento às informações e indicações da Proteção Civil e Forças de Segurança.



GaCS

Agenda do Governo Regional dos Açores para 2 e 3 de setembro

QUARTA-FEIRA, DIA 2:

ATIVIDADES DOS MEMBROS DO GOVERNO:

09H00 - O Subsecretário Regional da Presidência para as Relações Externas, Rodrigo Oliveira, participa na reunião da Mesa do Comité das Regiões.

Local: Câmara de Comércio do Luxemburgo, rue Alcide de Gasperi.

NOTA: indica-se a hora local, mais duas do que nos Açores.

10H15 - O Secretário Regional da Educação e Cultura, Avelino Meneses, é ouvido pela Comissão Permanente de Assuntos Sociais da Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores.

Local: delegação da ALRAA, em Angra do Heroísmo.

15H00 - O Secretário Regional do Mar, Ciência e Tecnologia, Fausto Brito e Abreu, participa na conferência Adaptação às Alterações Climáticas e Tecnologias de Baixo Carbono.

Local: Biblioteca Pública e Arquivo Regional de Ponta Delgada, largo do Colégio.

OUTROS AGENDAMENTOS:

19H00 - O Diretor Regional do Turismo, João Bettencourt, está presente, em representação do Secretário Regional do Turismo e Transportes, na conferência de imprensa para apresentação do Campeonato Nacional de Bodyboard.

Local: praia de Santa Bárbara, na Ribeira Grande.

QUINTA-FEIRA, DIA 3:

ATIVIDADES DOS MEMBROS DO GOVERNO:

10H15 - O Secretário Regional da Saúde, Luís Cabral, é ouvido pela Comissão Permanente de Assuntos Sociais da Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores.

Local: delegação da ALRAA, em Angra do Heroísmo.

OUTROS AGENDAMENTOS:

09H30 - A Diretora Regional dos Recursos Florestais, Anabela Isidoro, participa, na Madeira, na Reunião Intergovernamental sobre o Programa de Cooperação INTERREG V ESPANHA-PORTUGAL MAC 2014-2020.

Local: Jardim Botânico da Madeira, caminho do Meio, Bom Sucesso, no Funchal.

NOTA: indica-se a hora local, mais uma do que nos Açores.

12H00 - O Diretor Regional para o Apoio ao Investimento e à Competitividade, Ricardo Medeiros, está presente, em Lisboa, na inauguração da Loja Açores.

Local: rua Viriato, n.º 14.

NOTA: indica-se a hora do continente.

14H30 - Os diretores regionais do Desporto, António Gomes, e das Comunidades, Paulo Teves, promovem uma conferência de imprensa conjunta sobre a “Corrida pela Interculturalidade”.

Local: delegação da Secretaria Regional do Turismo e Transportes, rua Carlos Dabney, na Madalena.



GaCS

Obras de 15 ME na rede de matadouros contribuem para valorizar a carne dos Açores

O Secretário Regional da Agricultura e Ambiente afirmou hoje, em Ponta Delgada, que o Governo dos Açores já tem a decorrer dois dos quatro concursos previstos para este ano tendo em vista a realização de obras de construção e beneficiação na rede regional de abate, num investimento global de cerca de 15 milhões de euros que vai contribuir para uma ainda maior valorização da carne açoriana.

A empreitada de beneficiação do Matadouro de S. Miguel está em concurso, enquanto a que se refere à construção de novas infraestruturas de abate no Faial se encontra em fase de análise de propostas.

Até ao final do ano serão lançados os concursos para a empreitada de beneficiação do Matadouro da Terceira e de construção de um novo matadouro na Graciosa.

Estas quatro empreitadas inserem-se nas políticas de dinamização da capacidade de exportação da Região, através da consolidação de estruturas de receção de animais, desmancha, transformação, preparação e valorização dos produtos da fileira da carne.

Luís Neto Viveiros, que falava à margem de uma audição na Comissão Permanente de Economia da Assembleia Legislativa, salientou que o maneio final dos animais e as condições de transporte até ao matadouro constituem fatores que podem influenciar o bem-estar dos animais e, em consequência, indicadores como o PH das carcaças – provocando alterações à cor e textura da carne -, frisando que este investimento público também pretende contribuir para a diminuição desses casos, ainda que percentual e genericamente reduzidos.

O titular da pasta da Agricultura afirmou que os Serviços de Desenvolvimento Agrário e os técnicos dos matadouros têm desenvolvido um trabalho de proximidade e de sensibilização, no sentido de apoiar os produtores na aplicação de práticas que reduzam os fatores que induzem esse tipo de alterações na carne.

Luís Neto Viveiros referiu que não está em causa uma questão sanitária, mas sim de valorização da carne, frisando que os matadouros disponibilizam em tempo útil aos produtores os resultados das análises, podendo os operadores optar por direcionar a carne de menor valor comercial para, por exemplo, produtos transformados.

Anexos:
2015.09.01-SRAA-Matadouros.mp3

GaCS

Concerto musical "De Weber a Piazolla" na Horta

O Governo dos Açores promove sexta-feira, 4 de setembro, no Auditório da Biblioteca Pública e Arquivo Regional João José da Graça, na Horta, a realização do concerto “De Weber a Piazzolla”, com Marcello Guarini (piano) e Natália Bauer (violoncelo).

O concerto, integrado na Temporada Artística 2015, tem início pelas 21h00 e apresenta um programa que percorre um itinerário cronológico que abrange diferentes períodos da história da música, com obras de estilos contrastantes, partindo de J. B. Breval e C. M. Weber, passando por M. Glinka e D. Popper, C. Saint-Saëns e G. Fauré, até chegar ao tango de A. Piazzolla.

A Direção Regional da Cultura informa que este e outros eventos estão disponíveis para consulta na Agenda Cultural do Portal CulturAçores, no endereço eletrónico www.culturacores.azores.gov.pt.



GaCS

Inspeção Regional das Atividades Económicas fiscaliza parques infantis

A Inspeção Regional das Atividades Económicas (IRAE) promoveu um conjunto de ações de fiscalização a parques infantis nas ilhas de S. Miguel, Terceira, Faial, Pico e S. Jorge.

A fiscalização destes equipamentos decorre da regulamentação em vigor, segundo a qual a IRAE deve promover, pelo menos, uma fiscalização anual a todos os espaços de jogo e recreio localizados na área da sua circunscrição ou competência cuja entidade responsável seja a câmara municipal, sem prejuízo das ações de fiscalização realizadas na sequência de queixas ou reclamações.

Nas 26 ações inspetivas efetuadas, incidindo principalmente sobre o cumprimento das disposições legais em matéria de condições de segurança a observar nos parques infantis, foram detetadas 10 irregularidades.

A IRAE estabeleceu um prazo para a resolução dessas irregularidades e, no final deste prazo e pelo facto de não se ter verificado a retificação do incumprimento, foram levantados sete autos de notícia que deram origem a procedimentos contraordenacionais.

A Inspeção Regional das Atividades Económicas salientou, no entanto, que este ano não houve necessidade de encerrar nenhum espaço, realçando também que a maioria das infrações detetadas está relacionada, entre outras, com a falta de indicação da entidade responsável, do telefone da urgência hospitalar mais próxima, do número nacional de socorro, da menção “conforme os requisitos de segurança” e de avisos necessários à prevenção de riscos.

Apesar das irregularidades verificadas, a IRAE, organismo dependente da Vice-Presidência do Governo dos Açores, faz um balanço positivo do conjunto de ações inspetivas a parques infantis em S. Miguel, Terceira, Faial, Pico e S. Jorge.



GaCS

Rodrigo Oliveira participa na reunião da Mesa do Comité das Regiões, no Luxemburgo

O Subsecretário Regional da Presidência para as Relações Externas participa quarta-feira, no Luxemburgo, na reunião extraordinária da Mesa do Comité das Regiões, onde estará em análise a cooperação territorial na Europa.

Rodrigo Oliveira está presente nesta reunião em representação do Presidente do Governo, Vasco Cordeiro, na sua qualidade de Vice-Presidente da Mesa do Comité das Regiões, cargo para que foi eleito numa votação realizada, em junho, na 112.ª sessão plenária deste órgão.

A Mesa do Comité das Regiões é composta pelo presidente e vice-presidentes, pelos coordenadores das delegações nacionais, bem como pelos presidentes das comissões e dos grupos políticos do Comité das Regiões, sendo responsável pelo programa político, pela supervisão da sua execução e pela coordenação dos trabalhos das reuniões plenárias e das comissões.

Este órgão reúne-se ordinariamente antes de cada sessão plenária e, extraordinariamente, no Estado-membro que assume a presidência da União Europeia, sendo este o caso da reunião que se realiza quarta-feira no contexto da Presidência do Luxemburgo e que, para além da agenda estatutária, será dedicada à cooperação territorial na Europa.

O Comité das Regiões é um órgão consultivo das instituições da União Europeia que debate e emite pareceres sobre questões políticas e propostas legislativas da UE em domínios que se relacionem com o exercício do poder regional e local na Europa.



GaCS

Vítor Fraga assegura que alterações ao regime de inspeções de veículos terão em conta as especificidades regionais

O Secretário Regional do Turismo e Transportes assegurou hoje, em Ponta Delgada, que as alterações à legislação que regulamenta a inspeção a veículos, que estão a ser preparadas pelo Governo dos Açores, terão em conta as caraterísticas do parque automóvel e do tráfego local, estando a ser alvo de estudos técnicos por parte do Executivo.

“O Governo dos Açores é sensível a esta matéria. Estamos a preparar uma revisão da legislação no sentido mais amplo, para que se tenha um regime que seja adaptado à nossa realidade”, afirmou Vítor Fraga, em declarações aos jornalistas à saída de uma audição na Comissão Permanente de Economia da Assembleia Legislativa.

Vítor Fraga salientou que "a legislação deve ser adaptada e adequada" à realidade regional, já que, tanto o perfil de tráfego, como o parque automóvel existente no arquipélago, têm diferenças em relação ao continente.

O Secretário Regional frisou ainda que o novo regime terá sempre como base “dois princípios básicos", sendo "o primeiro, e acima de todos, a segurança e o segundo, as questões ambientais”. 

Vítor Fraga adiantou que está a ser realizado um trabalho técnico, porque “estas questões devem ser também enquadradas no âmbito técnico", acrescentando que "consoante o resultado desta avaliação técnica que já está a ser efetuada há algum tempo, iremos decidir quais os parâmetros que iremos alterar e quais as tipologias de veículo que serão contempladas nesta alteração”.

O titular da pasta dos Transportes foi ouvido na Comissão de Economia sobre uma petição para a alteração legislativa do regime jurídico de atividade de inspeção de veículos, uma iniciativa de um grupo de cidadãos que Vítor Fraga saudou, salientando que a diferença essencial entre o continente e os Açores nesta matéria tem a ver com a periodicidade com que são feitas as inspeções entre o quarto e o oitavo ano, já que na Região são feitas anualmente e a nível nacional apenas de dois em dois anos.

“Nós, ao fazermos a revisão, não nos vamos fixar apenas na questão dos motociclos. Será uma revisão mais abrangente, que tem como base aquilo que é a matriz do nosso parque automóvel”, afirmou o Secretário Regional, recordando que os Açores foram “a primeira Região do país a legislar sobre a inspeção de motociclos, em 2006”, uma imposição legislativa que apenas foi introduzida a nível nacional em 2012.

Anexos:
2015.09.01-SRTT-CE InspeçõesVeículos.mp3

GaCS

Decisão de proibir o abate de errantes deve precaver condições necessárias ao bem-estar animal, defende Luís Neto Viveiros

O Secretário Regional da Agricultura e Ambiente defendeu hoje, em Ponta Delgada, que a decisão legislativa de proibir o abate de animais errantes deve considerar os atuais recursos das autarquias e a necessidade de aumentar e melhorar a capacidade existente de acolhimento, precavendo-se assim o bem-estar animal e a eficácia da medida.

“Neste momento ainda existe um número muito significativo de animais abandonados”, sem um equivalente “número de pessoas para a sua adoção”, frisou Luís Neto Viveiros, em declarações à saída da Comissão Permanente de Economia da Assembleia Legislativa, onde foi ouvido sobre uma proposta no sentido de proibir o abate de animais errantes ou abandonados.

O Secretário Regional alertou que os canis e centros de recolha existentes no arquipélago, sob gestão das autarquias, não dispõem atualmente de capacidade para cumprir esse propósito em pleno respeito pelo bem-estar animal.

Luís Neto Viveiros considerou, no entanto, que esse objetivo deve ser perseguido, salientando que, após auscultação dos municípios, se deverá definir um período de tempo que permita “às câmaras municipais apetrecharem-se com os meios e as estruturas necessárias” para o efeito.

No âmbito das suas competências e das políticas de promoção de boa-práticas para o bem estar-animal, defesa da segurança e saúde públicas, e da proteção de atividades agrícolas e pecuárias, o Governo dos Açores tem colaborado em todas as ilhas com diversas entidades públicas e não-governamentais no desenvolvimento da sua atividade em prol de cuidados veterinários, vacinação, esterilização e adoção.

Nesse sentido, este ano foi promovida antes do período de férias de verão a realização de uma campanha regional contra o abandono e maus tratos de animais domésticos.

O Secretário Regional, questionado sobre o processo de deteção e controlo do surto de Doença Hemorrágica Viral (DHV) registada nas populações de coelho-bravo dos Açores, destacou que, em cerca de oito meses, foi possível conter a propagação da nova estirpe e reabrir a caça na maioria das ilhas afetadas, comprovando-se, desta forma, que “foram tomadas todas as medidas”.

“Estamos agora numa fase de recuperação”, frisou Neto Viveiros, acrescentando que, quando se atingirem as densidades populacionais normais, a caça também será reaberta nas Flores e em Santa Maria.

Anexos:


GaCS

Jovens Açorianos participam em Missão de Empreendedorismo em Lisboa

As equipas vencedoras do 5.º Concurso Regional IdeiAçores participam, entre hoje e sexta-feira, numa Missão de Empreendedorismo que se realiza em Lisboa e visa dar a conhecer diferentes realidades e enriquecer os conhecimentos dos participantes.
Esta Missão integra duas componentes, sendo uma pedagógica e empreendedora, na qual as equipas terão a oportunidade de contactar com empreendedores locais, universidades e incubadoras de empresas, e outra cultural, que permitirá aos participantes visitar alguns dos principais pontos turísticos da cidade de Lisboa.
Este ano, ao nível do 2.º Ciclo, venceu a equipa da Escola Básica 1,2,3/ JI das Furnas, que apresentou o projeto “Vulcamélia”, uma ideia de negócio para a produção de sabonetes feitos de glicerina, camélias e argila da Caldeira de Pêro Botelho.
A equipa da Escola Básica e Integrada de Rabo de Peixe conquistou o primeiro lugar ao nível do 3.º Ciclo com a “Máquina de Cortar Isco”, que visa reduzir as horas despendidas para o corte do isco e aumentar a higiene e segurança no trabalho.
Os alunos da Escola Profissional do Pico foram os vencedores no nível do Ensino Secundário/ Profissional com o projeto “UME - Unidade Móvel de Engarrafamento”, uma ideia de negócio que consiste no engarrafamento de vinho (garrafa e caixa Bag-in-Box) no local de produção, através de uma unidade móvel equipada com enxaguadora, enchedora, rolhadora, capsuladora e rotuladora.
O Concurso Regional IdeiAçores, que decorreu entre 27 e 29 de maio, no âmbito do programa “Educação Empreendedora: O Caminho do Sucesso”, é uma iniciativa do Governo dos Açores, através das direções regionais da Juventude e da Educação, contando ainda com a participação da Sociedade para o Desenvolvimento Empresarial dos Açores (SDEA) e da GesEntrepreneur, empresa especializada em Educação em Empreendedorismo, que elaborou o pacote didático de todo o projeto.
O programa “Educação Empreendedora: O Caminho do Sucesso”, aplicado às escolas dos Açores, visa, entre outros objetivos, incentivar a adoção de espírito de iniciativa e dinamismo através de uma abordagem diferente da que é feita através do ensino tradicional.



GaCS

Comunidades açorianas na diáspora contribuem para afirmar os Açores no mundo, afirma Paulo Teves

O Diretor Regional das Comunidades elogiou, em Swansea, nos Estados Unidos da América, as comunidades açorianas emigradas, frisando que, “mesmo longe do espaço insular, têm contribuído para a afirmação dos Açores no mundo”.

Paulo Teves, que falava segunda-feira no encerramento das XXIX Grandes Festas do Divino Espírito Santo da Nova Inglaterra, considerou ser essencial manter a tradição que foi legada pela primeira geração de emigrantes, mas também frisou que é “necessária uma eficaz adaptação às novas dinâmicas comunitárias e promover, cada vez mais, a participação da juventude açordescendente”.

“Após 29 anos de existência, é indiscutível o papel aglutinador que estas Festas desempenham nos EUA”, salientou o Diretor Regional, acrescentando que estas celebrações estão "bem sedimentadas na comunidade e têm sido um momento por excelência de encontro de Açorianos, açordescendentes e de todos aqueles que reconhecem o papel da nossa Região neste país”.

“Este reconhecimento é visível pela considerável participação de muitas pessoas que, não partilhando a matriz identitária açoriana, incorporam esta expressiva manifestação de Açorianidade”, frisou.

Para o Diretor Regional das Comunidades, a parceria do Governo dos Açores com as Grandes Festas do Divino Espírito Santo da Nova Inglaterra assenta, por isso, não apenas na preservação da identidade açoriana, mas também “no papel abrangente que desempenham na divulgação da Região”.

“Para além da religiosidade e da matriz cultural que lhe é comum, o culto ao Divino Espírito Santo enforma a identidade do Povo Açoriano e faz parte da nossa história”, afirmou Paulo Teves.

Nesse sentido, salientou que o recém-lançado Roteiro das Festas do Divino Espírito Santo Açores/Comunidades contribui para dar a conhecer a importância desta manifestação religiosa e cultural, não apenas ao Povo Açoriano residente no espaço insular, mas também àquele que se encontra radicado na Diáspora.

“Este culto chegou com os povoadores, consolidou-se nas ilhas, partiu com os nossos emigrantes e passados séculos continua dinâmico, pulsante e bem vivo na nossa alma, norteando a nossa forma solidária de estar na sociedade”, frisou.

Nesta segunda-feira, Paulo Teves esteve também reunido com o Mayor de Fall River, Sam Sutter, a quem agradeceu o apreço que esta cidade norte-americana nutre pelos Açores e o apoio concedido a diversas manifestações, como as Grandes Festas do Divino Espirito Santo da Nova Inglaterra.

Hoje, último dia de deslocação à costa leste dos EUA, o Diretor Regional das Comunidades reúne-se com os Mayors de New Bedford, Jonathan Mitchell, e de Lowell, Rodney Elliott, cidades que acolhem consideráveis comunidades de Açorianos.



GaCS

Exuberância dos Açores e qualidade das produções da SIC são "fórmula de sucesso”, afirma Vítor Fraga

O Secretário Regional do Turismo e Transportes afirmou, em Angra do Heroísmo, que a exuberância das ilhas dos Açores, aliada à qualidade das produções da SP Televisão e do canal de televisão SIC, “será uma fórmula de sucesso” na promoção dos Açores enquanto destino turístico de excelência.

Vítor Fraga, que falava na apresentação da nova telenovela 'Coração d’Ouro', produzida pela SP Televisão e com estreia marcada para a próxima segunda-feira, na SIC, salientou que atualmente mudou “o padrão ao nível daquilo que é, quer a decisão das pessoas quando escolhem os destinos para irem passar as suas férias, quer mesmo ao nível da compra”, sendo que “muitas destas tarefas são feitas no sofá de casa, com acesso às novas tecnologias”.

O Secretário Regional, dando como exemplo a telenovela atualmente em exibição na SIC, que chega a casa de cerca de um milhão e meio de telespetadores, frisou que a opção do Turismo dos Açores em associar-se a esta nova produção “insere-se nesta lógica de comunicação direta e permanente com o cliente final no mercado nacional, que é um dos nossos principais mercados", e que assenta "não só na excelência e exuberância do nosso património natural, do nosso património edificado e do nosso património cultural, mas também, e sobretudo, nas atividades que se podem desenvolver enquadradas nestes cenários de excelência”.

Para Vítor Fraga, a beleza e a riqueza cultural de Angra do Heroísmo, o Algar do Carvão e a baía da Praia da Vitória, na Terceira, a paisagem protegida da Vinha e a imponência da Montanha, no Pico, a Marina da Horta e o Vulcão dos Capelinhos, no Faial, ou a beleza ímpar das Fajãs de São Jorge “possibilitarão cenários magníficos e que evidenciarão claramente ilhas paradisíacas como são aquelas que nós temos”.

Esta aposta que o Governo dos Açores e o Turismo dos Açores fazem na produção desta telenovela na Região, salientou Vítor Fraga, “está claramente enquadrada naquilo que é o desenvolvimento do setor do turismo na Região”, lembrando que este “é um setor jovem, que tem uma década e meia”.

O titular da pasta do Turismo frisou que, desde novembro de 2014, “os Açores são a região com melhor desempenho em termos do setor de turismo no país, com um crescimento que supera os 20%”.

Na sua intervenção, recordou que foi recentemente implementada a “maior reforma de sempre verificada ao nível das acessibilidades à Região", acrescentando que "hoje é notório o fruto e o reflexo desta reforma que foi efetuada, com uma redução do custo da acessibilidade em mais de um terço, ou seja, hoje consegue-se ter acesso a viagens aos Açores que custam um terço daquilo que custavam há sete, oito meses”.

Esta nova realidade, alertou Vítor Fraga, cria "novos desafios, quer do lado da oferta, quer do lado da procura".

"Do lado da oferta, obriga-nos todos a ser cada vez mais exigentes, numa perspetiva de qualificação daquilo que temos para oferecer a quem nos visita, mas, do lado da procura, também obriga a adotar novas estratégias e é aqui que se enquadra claramente esta opção de nos associarmos e de desenvolvermos esta parceria, numa lógica de comunicação com o cliente final”, afirmou o Secretário Regional. 

Anexos:


GaCS

segunda-feira, 31 de agosto de 2015

Esclarecimento da Secretaria Regional da Educação e Cultura

A Secretaria Regional da Educação e Cultura (SREC), relativamente à contratação de docentes e à abertura do próximo ano letivo nos Açores, entende ser necessário esclarecer que:

Até ao momento, todos os procedimentos concursais de pessoal docente para o ano escolar de 2015/2016 estão a decorrer conforme o planeado, prevendo-se que, na data fixada para o início do ano letivo, as escolas públicas da Região disponham, como tem sido prática ao longo dos últimos anos, dos recursos humanos necessários ao seu normal funcionamento.

De todos os procedimentos relativos aos concursos, que culminam no dia 9 de setembro próximo, regista-se igualmente a inexistência de reclamações por parte dos concorrentes, o que reconfirma a segurança e a valia dos mesmos.

O Governo dos Açores reafirma, por outro lado, o seu propósito de proceder até 2016, através de critérios claros e objetivos, como se comprometeu, à integração no quadro de professores contratados, num processo iniciado em 2014 e que, até ao momento, abrangeu a abertura de 199 vagas.

A contratação de professores a termo resolutivo resulta da satisfação de necessidades transitórias do Sistema Educativo Regional, designadamente para substituição de docentes no exercício de atividades públicas, e não de situações permanentes, como se pretende fazer crer.

É, pois, com natural expetativa que neste ano letivo 2015/2016, ano inicial do programa ProSucesso, o Governo dos Açores, através da Secretaria Regional da Educação e Cultura, vai afetar mais de duas centenas de professores aos projetos de combate ao insucesso educativo e de promoção do sucesso dos alunos, nomeadamente ao nível do 1.º Ciclo do Ensino Básico e das disciplinas nucleares de Português e de Matemática no 2.º e 3.º ciclos.

Em suma, o Governo dos Açores, além de promover a estabilidade do corpo docente, está sobretudo empenhado na tarefa, que a todos nos deve animar e envolver, da melhoria e consolidação dos resultados escolares, já que no centro da comunidade escolar se encontra o aluno.




GaCS

Agenda do Governo Regional dos Açores para 1 e 2 de setembro

TERÇA-FEIRA, DIA 1:

ATIVIDADES DOS MEMBROS DO GOVERNO:

10H00 - O Secretário Regional da Agricultura e Ambiente, Luís Neto Viveiros, é ouvido pela Comissão Permanente de Economia da Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores.

14H30 - O Secretário Regional do Mar, Ciência e Tecnologia, Fausto Brito e Abreu, é ouvido pela Comissão Permanente de Economia da Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores.

Local: delegação da ALRAA, em Ponta Delgada.

OUTROS AGENDAMENTOS:

10H00 - O Diretor Regional das Comunidades, Paulo Teves, reúne-se, nos Estados Unidos da América, com o Mayor de New Bedford, Jonathan Mitchell.

Local: City Hall, 133 William Street, em New Bedford.

14H30 - O Diretor Regional das Comunidades, Paulo Teves, reúne-se, nos Estados Unidos da América, com o Mayor de Lowell, Rodney Elliott.

Local: City Hall, 375 Merrimack Street, em Lowell.

NOTA: indica-se a hora local, menos quatro do que nos Açores.

QUARTA-FEIRA, DIA 2:

09H00 - O Subsecretário Regional da Presidência para as Relações Externas, Rodrigo Oliveira, participa na reunião da Mesa do Comité das Regiões.

Local: Câmara de Comércio do Luxemburgo, rue Alcide de Gasperi.

NOTA: indica-se a hora local, mais duas do que nos Açores.

10H15 - O Secretário Regional da Educação e Cultura, Avelino Meneses, é ouvido pela Comissão Permanente de Assuntos Sociais da Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores.

Local: delegação da ALRAA, em Angra do Heroísmo.

15H00 - O Secretário Regional do Mar, Ciência e Tecnologia, Fausto Brito e Abreu, participa na conferência Adaptação às Alterações Climáticas e Tecnologias de Baixo Carbono.

Local: Biblioteca Pública e Arquivo Regional de Ponta Delgada, largo do Colégio.



GaCS

Açores estão melhor que várias regiões do país na disponibilização de recursos à população, afirma Andreia Cardoso

A Secretária Regional da Solidariedade Social afirmou hoje, em Ponta Delgada, que a Região Autónoma dos Açores encontra-se numa posição muito melhor do que outras regiões do país no que se refere à disponibilização de recursos à população.

“Em termos da disponibilização de recursos e de serviços, penso que estamos muito melhor do que um conjunto de regiões do país”, afirmou Andreia Cardoso.

“A Autonomia trouxe-nos isso de bom, a possibilidade de alocarmos os recursos às áreas que entendemos que são mais importantes", frisou a Secretária Regional, para quem "a solidariedade tem sido uma área privilegiada" pelo Governo Regional, apontando o investimento do Executivo na Rede Regional de Equipamentos Sociais.

Andreia Cardoso falava à margem das comemorações do Dia Internacional da Solidariedade, que é hoje assinalado com um conjunto de atividades promovidas pela Direção Regional da Solidariedade Social, em parceria com Instituições Particulares de Solidariedade Social da ilha de S. Miguel, nomeadamente a Arrisca, Cresaçor, Norte Crescente e Aurora Social, assim como as casas do povo de Arrifes e Capelas, contando ainda com a participação da Associação de Juventude da Candelária e da Casa do Gaiato de S. Miguel.

“Felizmente tivemos os recursos humanos, financeiros e técnicos necessários para ir acautelando as situações que eram mais urgentes e necessárias e para manter um conjunto de serviços e recursos disponíveis” afirmou Andreia Cardoso, frisando que se trata de um “ponto de honra” do Governo dos Açores ter conseguido reforçar o financiamento e a disponibilidade para estar ao serviço das instituições e das famílias açorianas.

Anexos:


GaCS

Governo dos Açores investe 100 mil euros na proteção da orla costeira de São Vicente Ferreira

A Secretaria Regional do Mar, Ciência e Tecnologia, através da Direção Regional dos Assuntos do Mar, iniciou os procedimentos de contratação relativos à empreitada para o reforço da proteção costeira e requalificação do Porto de S. Vicente Ferreira, na ilha de S. Miguel.

Esta empreitada, inscrita na Carta Regional de Obras Públicas, está orçada em cerca de 100 mil euros e visa, por um lado, reforçar a proteção costeira e, por outro, reabilitar o local, criando melhores condições de segurança para os utilizadores do porto e da zona envolvente.

As obras, que têm um prazo de execução de 90 dias após o início dos trabalhos, pretendem minimizar os efeitos provocados pela agitação marítima sobre a orla costeira da baía circundante, que causam o desassoreamento do pé da rampa existente, podendo levar à ocorrência de acidentes por parte dos utilizadores daquela zona.

Nesse sentido, será executado um prisma de enrocamento com cerca de 40 metros de comprimento, a uma cota superior à do muro cais existente, e serão realizadas reparações na rampa de varagem.  

A orientação escolhida para o prisma, bem a remoção do atual muro cais, tiveram por base os contactos efetuados com a população local e permitirão o alargamento do canal de acesso marítimo e da rampa.

O Governo dos Açores, como parte da sua estratégia para a adaptação às alterações climáticas, tem previstas intervenções de proteção da orla costeira em várias ilhas do arquipélago.



GaCS

Preço máximo de venda dos combustíveis atualizado nos Açores

As recentes alterações das cotações de referência dos produtos petrolíferos registadas nos mercados internacionais vão levar a uma atualização do preço máximo de venda dos combustíveis na Região Autónoma dos Açores.

Esta atualização consiste na descida em três cêntimos por litro no preço máximo das gasolinas de 95 e 98 octanas e dos gasóleos rodoviário, agrícola e pescas.

Assim, a gasolina de 95 octanas passa a custar 1,38 euros por litro, enquanto a gasolina de 98 octanas passa a custar 1,45 euros por litro.

O gasóleo rodoviário passa a custar 1,14 euros por litro, enquanto os gasóleos agrícola e pescas passam a custar 0,67 e 0,47 euros por litro, respetivamente.

Os novos preços entram em vigor às 00h00 de terça-feira, 01 de setembro.



GaCS