domingo, 21 de dezembro de 2014

Agenda do Governo Regional dos Açores para 22 e 23 de dezembro

SEGUNDA-FEIRA, DIA 22:

10H00 - O Presidente do Governo, Vasco Cordeiro, preside à reunião do Conselho do Governo.

Local: Palácio da Conceição, em Ponta Delgada.

TERÇA-FEIRA, DIA 23:

Não estão agendadas atividades públicas do Governo Regional dos Açores para este dia.

Para a eventualidade de agendamentos de última hora, recomenda-se a consulta regular deste site, no qual serão de imediato introduzidos quaisquer agendamentos que possam ocorrer.



GaCS

sábado, 20 de dezembro de 2014

Agenda do Governo Regional dos Açores para 21 e 22 de dezembro

DOMINGO, DIA 21:

12H30 - O Diretor Regional da Cultura, Nuno Ribeiro Lopes, está presente, em representação do Secretário Regional da Educação e Cultura, nas comemorações do 83.º aniversário da Sociedade Recreio Lajense.

Local: rua Cidade de Abrantes, n.º 4, na Vila de Lajes, Concelho da Praia da Vitória.

SEGUNDA-FEIRA, DIA 22:

Não estão agendadas atividades públicas do Governo Regional dos Açores para este dia.

Para a eventualidade de agendamentos de última hora, recomenda-se a consulta regular deste site, no qual serão de imediato introduzidos quaisquer agendamentos que possam ocorrer. 




GaCS

Vasco Cordeiro defende Autonomia vencedora e forte no mundo global

O Presidente do Governo dos Açores defendeu na noite desta sexta-feira que não há nada que impeça que os Açorianos, e que cada uma das ilhas e dos concelhos da Região, possam vencer e afirmar-se nas mais variadas áreas, mesmo perante um mundo cada vez mais aberto e globalizado.

“O desafio hoje já não é o de lutar contra o isolamento. O desafio hoje é o de saber como vencer num mundo cada vez mais próximo, mais global e aberto”, afirmou Vasco Cordeiro, que falava na cerimónia de encerramento das comemorações dos 500 anos do Concelho do Nordeste, que incluiu o lançamento do livro “Lugar Caído no Crepúsculo” do escritor João de Melo.

 “No fundo, é termos uns Açores e, sobretudo, termos uma Autonomia forte que se possa comparar com quem quer que seja. De termos uma Região e uma Autonomia que trabalhe para que não se envergonhe de ombrear com quem quer que seja”, afirmou Vasco Cordeiro, para quem este desafio depende “daquilo que fazemos e sentimos, depende de cada Açoriano”.

Na sua intervenção, o Presidente do Governo considerou, ainda, que estas comemorações dos 500 anos do Nordeste não podem ser vistas como um ponto de chegada, mas sim como um ponto de partida relativamente à forma como, de uma de uma forma mais global, os Açores querem vencer os desafios com que estão confrontados.

“É fundamental recolher essas lições do passado, mas também ter a consciência de que o Mundo mudou”, disse o Presidente do Governo, ao realçar que a Região passou de uma situação em que tinha de lutar contra o isolamento e batalhar para encurtar distâncias para uma realidade em que estas distâncias estão, efetivamente, cada vez mais curtas e o isolamento esbatido.

“Temos de resistir à tentação de nos acomodarmos, de erguermos barreiras e de julgarmos que é no nosso cantinho que conseguimos sobreviver ou vencer”, considerou Vasco Cordeiro, que prestou, também, homenagem a todos aqueles que, ao longo dos últimos cinco séculos, fizeram do Nordeste aquilo que é hoje.

Anexos:
2014.12.19-PGR-Comemorações500AnosNordeste.mp3

GaCS

sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

Sismo de magnitude 3.6 sentido na ilha de S. Miguel

O Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores (SRPCBA) informa que, segundo o Centro de Informação e Vigilância Sismovulcânica dos Açores (CIVISA), foi registado às 17h08 de hoje um evento com magnitude 3.6 na escala de Richter e epicentro a cerca de 13 quilómetros a oeste/noroeste de Mosteiros, na ilha de S. Miguel.

De acordo com a informação disponível até ao momento, o sismo foi sentido com intensidade III na escala de Mercalli Modificada na cidade de Ponta Delgada.

O SRPCBA recorda que o eventual impacto destes efeitos pode ser minimizado, sobretudo através da adoção de comportamentos adequados, pelo que, em particular nas zonas mais vulneráveis, recomenda-se  a observação e divulgação das principais medidas de autoproteção para estas situações, nomeadamente:

Manter a calma e contar com a existência de possíveis réplicas.

Não acender fósforos nem isqueiros e cortar imediatamente o gás, a eletricidade e a água.

Observar se a sua casa sofreu danos graves e sair imediatamente se achar que a casa não oferece segurança.

Ter cuidado com vidros partidos, cabos de eletricidade e objetos metálicos que estejam em contacto com estes.

Em locais públicos, não se precipitar para as saídas e não utilizar os elevadores.

Evitar ferimentos, protegendo-se com roupa adequada e de acordo com a estação do ano.

Observar se há pequenos incêndios e, se possível, extingui-los. Informar os bombeiros.

Limpar urgentemente o derrame de tintas, pesticidas e outros materiais perigosos e inflamáveis.

Afastar-se das praias e zonas ribeirinhas. Depois de um sismo podem ocorrer tsunamis (onda gigante).

Soltar os animais, eles tratam de si próprios.

Se estiver na rua, não vá para casa, dirija-se a um local amplo, protegendo-se de estruturas que o possam atingir ao cair.

Não dificultar a circulação das equipas de socorro e seguir as indicações dos agentes de Proteção Civil no terreno.

Estar atento às informações e indicações da Proteção Civil e forças de segurança.



GaCS

Avelino Meneses afirma que os jovens merecem reconhecimento quando evidenciam talento

O Secretário Regional da Educação e Cultura afirmou hoje, em Ponta Delgada, que os jovens “são merecedores de reconhecimento, quando evidenciam talento, e de estímulo, para que lutem e não desistam”, frisando que “a juventude é o futuro”.

Avelino Meneses, que falava na cerimónia de atribuição do Prémio de Pintura António Dacosta, salientou a importância deste galardão ter sido atribuído a uma jovem, “acima de tudo, porque nesta sociedade mais envelhecida nem sempre sobejam as oportunidades para os mais novos”.

O prémio foi entregue à artista plástica açoriana Catarina Vieira Pereira, que venceu a primeira edição deste galardão com a obra intitulada ‘Renascimento ou Cadáver IV’.

O júri, constituído pelos artistas plásticos Maria José Cavaco e José Nuno da Câmara Pereira e pelo crítico de arte António Pinto Ribeiro, decidiu por unanimidade atribuir o prémio a esta obra, destacando, entre outros aspetos, “o facto de a artista recorrer a um processo inovador na produção da obra e na ousadia do formato”, salientando ainda que a obra premiada “revela qualidades plásticas consideradas relevantes numa artista em início de carreira”.

O quadro premiado poderá ser visto, em breve, no Arquipélago - Centro de Artes Contemporâneas dos Açores, na Ribeira Grande, onde estará exposto, sublinhou o Secretário Regional, defendendo que este centro deverá estar atento ao “estabelecimento de uma correlação com estruturas do mesmo tipo de dentro e de fora da Região”.

Na sua intervenção na cerimónia, o Secretário Regional considerou que o pintor que dá nome ao prémio “foi um expoente máximo da pintura surrealista portuguesa, para além de ter sido crítico de arte e poeta”.

“Foi sempre um pintor das ilhas, como se deduz, aliás, da análise da sua pintura, que retrata temas do Espírito Santo e das touradas à corda”, referiu Avelino Meneses, acrescentando que o galardão, de carácter bienal, foi instituído precisamente para “promover artistas dos Açores e para valorizar a cultura da Região no domínio das artes plásticas, concretamente no campo da pintura”.

Avelino Meneses revelou ainda que, em 2015, terá lugar a atribuição de mais prémios, nomeadamente o Prémio Canto da Maia, que distinguirá trabalhos na área da escultura.


Anexos:
2014.12.19-SREC-PrémioPinturaAntónioDacosta.mp3

GaCS

Agenda do Governo Regional dos Açores para 20 e 21 de dezembro

SÁBADO, DIA 20:

20H30 - O Secretário Regional da Educação e Cultura, Avelino Meneses, assiste ao Concerto de Natal da Filarmónica Eco Edificante.

Local: Igreja Matriz de São Jorge, na Vila de Nordeste.

DOMINGO, DIA 21:

12H30 - O Diretor Regional da Cultura, Nuno Ribeiro Lopes, está presente, em representação do Secretário Regional da Educação e Cultura, nas comemorações do 83.º aniversário da Sociedade Recreio Lajense.

Local: rua Cidade de Abrantes, n.º 4, na Vila de Lajes, Concelho da Praia da Vitória. 




GaCS

Comissão Europeia aprovou Programa Operacional dos Açores

O Vice-Presidente do Governo Regional manifestou hoje “muita satisfação” pela aprovação, por parte da Comissão Europeia, do Programa Operacional Açores 2020.

Para Sérgio Ávila, a aprovação do programa, “nos termos em que foi proposto”, vem permitir “a implementação imediata da estratégia de crescimento económico sustentado que o Governo dos Açores definiu para os próximos cinco anos, em consonância, aliás, com as grandes linhas de orientação da política europeia”.

“Serão rapidamente operacionalizados os novos sistemas de incentivos às empresas, no âmbito, por exemplo, do programa COMPETIR+, possibilitando-lhes reforçar a sua sustentabilidade, a sua competitividade nos mercados interno e externo e a sua capacidade de criar e manter empregos”, frisou.

Para Sérgio Ávila, a partir de agora, há condições para “alavancar melhor um crescimento económico baseado na inovação e na valorização dos recursos endógenos, não só garantindo maiores níveis de sustentabilidade e equilíbrio ambiental, mas também assegurando mais competitividade, melhores oportunidades de emprego e o fortalecimento da coesão económica, social e territorial”.

O PO Açores 2020 tem uma dotação financeira global de fundos comunitários de mais de 1,1 mil milhões de euros, sendo 825 milhões de euros oriundos do fundo estrutural FEDER e os restantes 315 milhões do Fundo Social Europeu.

Adicionando ao montante global de fundos estruturais disponíveis no programa o esforço financeiro da responsabilidade dos beneficiários regionais no complemento do financiamento dos projetos, poder-se-á atingir em 2020 uma despesa global atribuída à execução do programa de 1,4 mil milhões de euros.

Cerca de 380 milhões de euros de fundos estruturais, perto de metade de toda a dotação do fundo estrutural FEDER, estão concentrados em temas relativos ao que se tem designado de 'crescimento inteligente', compreendendo a investigação aplicada e a inovação, as tecnologias de informação e de comunicação, a eficiência energética e o apoio ao investimento empresarial.

Na aposta nas empresas regionais, nos seus projetos de investimento de crescimento das respetivas atividades, na modernização, no esforço de internacionalização, são consignados mais de 270 milhões de euros de fundos estruturais.

Esta aposta regional está sustentada em sistemas de incentivos e de fomento do investimento privado robustos, diversificados, mas afinados e orientados às necessidades de apoio ao investimento privado das empresas regionais.

A promoção da sustentabilidade e qualidade do emprego, da inclusão social e do combate à pobreza e à discriminação são temas que a Comissão Europeia coloca na agenda para todo o espaço europeu neste novo período de programação 2014-2020.

A resposta regional a este desafio apresenta a alocação de fundos comunitários em educação, na formação profissional e na aprendizagem e no fomento do emprego no PO Açores 2020 em cerca de 326 milhões de euros.

Em complemento, cerca de 172 milhões de euros de fundos comunitários serão aplicados em infraestruturas e equipamentos sociais orientados para as crianças, jovens e idosos, em investimentos na rede de saúde pública, em programas ocupacionais, nas ações no âmbito da economia social e ainda no acesso de grupos vulneráveis ao mercado de trabalho e no empreendedorismo social.

As intervenções no território, nas redes de infraestruturas, no ambiente e na prevenção e riscos e nos transportes afetarão mais de 219 milhões de euros, destacando-se a construção de dois navios e o apoio financeiro às obrigações de serviço público no âmbito do transporte inter-ilhas.

Existem ainda dotações de escala muito inferior para ações e projetos relativos à capacitação institucional e de assistência técnica.

Merece ainda referência algumas ações que se articulam com este programa regional, mas que estão inseridas em programas temáticos de âmbito nacional, como são o caso do financiamento das obras em portos e infraestruturas marítimas, a construção do projeto de valorização de resíduos em S. Miguel e uma componente importante das ações de combate ao desemprego jovem.




GaCS

Um cartoon sobre o final do período letivo das escolas
































Cartoon da autoria do Prof. Paulo Gomes (Escola Básica e Secundária de Santa Cruz da Graciosa)

Paulo Teves destaca importância da cidadania ativa dos migrantes para o desenvolvimento dos Açores

O Diretor Regional das Comunidades defendeu, em Angra do Heroísmo, a “importância de uma cidadania ativa dos migrantes em prol do desenvolvimento dos Açores”, salientando que o trabalho realizado pelo Governo Regional e pelos parceiros nas áreas da integração e diversidade cultural “contribui para uma sã convivência entre povos e a coesão regional”.

“As migrações, na sua dupla vertente emigratória e imigratória, fazem parte da história do Povo Açoriano e constituem um relevante fator de abertura das ilhas ao mundo, quer através da dinâmica diáspora açoriana, presente em diversos países, quer do rico mosaico cultural existente na Região, enformado por indivíduos de 75 nacionalidades”, afirmou Paulo Teves, que falava quinta-feira nas comemorações do Dia Internacional dos Migrantes.

Para o Diretor Regional, “este valioso património humano merece uma constante e redobrada atenção na procura de soluções que facilitem a integração dos emigrantes e imigrantes nas diversas sociedades de acolhimento, facto que tem sido apanágio do Governo dos Açores”, acrescentando que “devemos, paralelamente, criar espaços de expressão identitária, no sentido de garantir aos migrantes a preservação e o afeto pelas suas raízes”.

Na sua intervenção, Paulo Teves destacou o alargamento de parceiros regionais no desenvolvimento de iniciativas dirigidas aos migrantes, notando que, por um lado, “há cada vez uma maior consciencialização das necessidades destes cidadãos” e, por outro, “uma crescente valorização do papel por eles desempenhado no progresso sociocultural das diferentes sociedades”.

Paulo Teves destacou o aumento, em 2014, do número de cursos de língua portuguesa para imigrantes, a abertura de um gabinete de apoio ao imigrante na ilha do Pico e o atendimento público que os serviços da Direção Regional das Comunidades efetuam em todas as ilhas do arquipélago, salientando ainda as inúmeras atividades desenvolvidas “no âmbito da promoção da interculturalidade”.

“A todos quantos partiram das ilhas, cimentando pelo mundo fora o nome dos Açores, e àqueles que fizeram desta terra o seu novo lar, oferecendo-nos uma sociedade multicultural, queremos neste dia prestar-lhes a nossa homenagem”, afirmou.

Nas comemorações do Dia Internacional dos Migrantes, que se realizaram na ilha Terceira, numa organização conjunta do Governo dos Açores e da AIPA – Associação dos Imigrantes nos Açores, com o apoio da Câmara Municipal de Angra do Heroísmo, estiveram presentes cerca de 150 emigrantes regressados e imigrantes, que assistiram a diversas manifestações musicais em representação do Brasil, de Cabo Verde, de Angola, da Moldávia e dos Açores.



GaCS

quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

Vasco Cordeiro em convívio de Natal com Grupo de Serenatas e idosos da Freguesia de Ponta Garça

O Presidente do Governo dos Açores recebeu, esta quinta-feira, o Grupo de Cantares e Serenatas da Freguesia de Ponta Garça e um grupo de idosos do Centro de Dia desta freguesia do concelho de Vila Franca do Campo, em S. Miguel, que foram apresentar cumprimentos e desejar as Boas Festas a Vasco Cordeiro.

Na visita ao Palácio de Sant´Ana, os cerca de 70 elementos do Grupo de Serenatas, que estiveram acompanhados por cerca de duas dezenas de idosos do Centro de Dia e pelo Presidente da Junta de Freguesia de Ponta Garça, Rui Amaral, interpretaram diversos cânticos de Natal.

Nesta tarde de convívio, o Presidente do Governo retribuiu os votos de Boas Festas e elogiou e valorizou a “genuinidade” do Grupo de Cantares de Ponta Garça, fazendo votos que continue a promover estes valores identitários do Povo Açoriano.

Depois da atuação, os presentes ofereceram vários produtos regionais do concelho de Vila Franca do Campo ao Presidente do Governo, que retribuiu com a oferta de chocolates, tendo este convívio natalício terminado com uma fotografia de grupo.



GaCS

Águas Balneares dos Açores em consulta pública até 31 de janeiro

A lista das águas balneares a identificar em 2015 na Região Autónoma dos Açores encontra-se em consulta pública até 31 de janeiro.

Esta consulta pública surge ao abrigo de legislação regional e tem como objetivo permitir que os cidadãos se manifestem sobre a proposta de águas balneares, expressando as suas opiniões, sugestões, queixas e comentários.

“A qualidade das águas balneares é importante não apenas sob o ponto de vista da saúde pública, mas também porque funciona como um indicador de qualidade ambiental e de desenvolvimento turístico”, afirmou o Diretor Regional dos Assuntos do Mar.

Filipe Porteiro frisou que “a não identificação de determinadas águas balneares não significa que a água não reúne qualidade suficiente para a prática balnear”, acrescentando que “significa apenas que não foram desencadeados pelas entidades gestoras os procedimentos necessários e previstos na legislação”.

A consulta é conduzida pela Secretaria Regional do Mar, Ciência e Tecnologia, através da Direção Regional dos Assuntos do Mar, e está acessível no Portal do Governo, no endereço eletrónico www.azores.gov.pt.

Para participar nesta consulta pública sobre as águas balneares, os cidadãos podem enviar o seu contributo para a Direção Regional dos Assuntos do Mar, na morada Rua Cônsul Dabney, Colónia Alemã, Apartado 140, 9900-014 Horta, ou, preferencialmente, através do endereço de correio eletrónico info.dram@azores.gov.pt.



GaCS

Agenda do Governo Regional dos Açores para 19 e 20 de dezembro

SEXTA-FEIRA, DIA 19:

ATIVIDADES DO PRESIDENTE DO GOVERNO:

20H30 - O Presidente do Governo, Vasco Cordeiro, preside à cerimónia de encerramento das Comemorações dos 500 anos do Concelho de Nordeste.

Local: Centro Municipal de Atividades Culturais, na Vila de Nordeste.

ATIVIDADES DOS OUTROS MEMBROS DO GOVERNO:

16H00 - O Secretário Regional da Educação e Cultura, Avelino Meneses, preside à cerimónia de entrega do Prémio de Pintura António Dacosta.

Local: Biblioteca Pública e Arquivo Regional de Ponta Delgada.

OUTROS AGENDAMENTOS:

15H00 - O Diretor Regional do Ambiente, Hernâni Jorge, promove uma conferência de imprensa para apresentação do novo Sistema de Incentivos à Manutenção de Paisagens Tradicionais da Cultura da Vinha e de Pomares de Espécies Tradicionais.

Local: Gabinete Técnico da Paisagem da Cultura da Vinha do Pico, no Lajido de Santa Luzia.

19H30 - O Diretor Regional das Comunidades, Paulo Teves, está presente na Festa de Natal com Imigrantes.

Local: salão dos Escuteiros, rua da Mãe de Deus, em Ponta Delgada.

SÁBADO, DIA 20:

20H30 - O Secretário Regional da Educação e Cultura, Avelino Meneses, assiste ao Concerto de Natal da Filarmónica Eco Edificante.

Local: Igreja Matriz de São Jorge, na Vila de Nordeste.



GaCS

Governo quer erradicar térmitas das zonas urbanas afetadas num prazo de 10 anos, afirma Luís Neto Viveiros

O Secretário Regional da Agricultura e Ambiente anunciou hoje, em Ponta Delgada, que o Governo dos Açores tem em curso a preparação de um plano de combate às térmitas “por forma a erradicar a praga das zonas urbanas mais afetadas num espaço temporal de 10 anos”.

Luís Neto Viveiros salientou que, ao abrigo deste plano, que está a ser desenhado em parceria com a Universidade dos Açores, “será possível, através de sistemas de combate à praga cientificamente comprovados, intervir no edificado atual”.

O Secretário Regional, que falava aos jornalistas à margem de uma audição na Comissão de Economia da Assembleia Legislativa, frisou que a preocupação com o combate às pragas, nas suas várias vertentes, tem sido uma constante do Governo ao longo dos anos e, por isso, estão vigentes vários diplomas que regulam a intervenção pública nesse combate e, também, no que se refere “às espécies protegidas e que importa acautelar, encontrando-se um equilíbrio entre o que são as densidades permitidas, a atividade agrícola e a sua preservação”.

Luís Neto Viveiros reafirmou que “o Governo tem a consciência que, em todas as áreas a que a proposta do PSD/Açores se refere, existe uma cobertura legal que permite que as intervenções tenham sido eficazes”, o que não significa que não possam vir a ser melhoradas, considerando, por isso, “bem-vindos os contributos das diferentes forças políticas e das associações interessadas”.

Anexos:
2014.12.18-SRAA-ComissãoEconomiaALRAA.mp3

GaCS

16 escolas dos Açores participam no primeiro concurso regional CanSat

O Diretor Regional da Ciência e Tecnologia manifestou hoje satisfação com a adesão das escolas ao concurso CanSat Açores 2015, que tem inscritas 16 escolas de seis das nove ilhas do arquipélago. 

“É a prova de que os alunos açorianos se interessam pelas ciências e tecnologias”, afirmou Nelson Simões.

Este concurso, orientado para alunos do ensino secundário e profissional, integra o programa educativo da Agência Espacial Europeia (ESA) e tem como objetivo principal a construção de um modelo funcional de um microssatélite do tamanho de uma lata de refrigerante.

O lançamento de foguetões científicos, a utilização de aeronaves de ensaio pelos participantes e a descida em paraquedas do CanSat, construído pelos alunos, são algumas das atividades desta competição.

“O CanSat Açores 2015 poderá representar um contacto importante dos alunos açorianos com um projeto aeroespacial que reproduz um cenário real de operação e que permite a aplicação prática dos conhecimentos adquiridos ao longo do percurso escolar”, salientou o Diretor Regional da Ciência e Tecnologia. 

Nelson Simões considerou que “o facto de participarem escolas de seis das nove ilhas é de saudar”, mas acrescentou esperar que “na próxima edição do CanSat Açores haja a participação de escolas de todas as ilhas”.

Em janeiro de 2015, os professores que integram as equipas concorrentes vão receber formação inicial por técnicos especializados para poderem desenvolver os minissatélites juntamente com os alunos.

O Diretor Regional da Ciência e Tecnologia lembrou ainda que “o vencedor do CanSat regional garante um lugar no CanSat nacional”, acrescentando que “o Governo quer promover a candidatura dos Açores à organização do concurso CanSat europeu, em 2016".

O primeiro concurso regional do CanSat realiza-se em Santa Maria, em abril de 2015, o que, para o Diretor Regional da Ciência e Tecnologia, “faz todo o sentido, por ser uma ilha muito ligada às tecnologias espaciais”.

“Santa Maria reúne as condições ideais para desenvolver projetos científicos e oportunidades de negócio em tecnologias espaciais”, afirmou Nelson Simões, referindo que “sendo a ilha mais a sul do arquipélago, facilita a monitorização da zona equatorial onde os satélites geoestacionários orbitam”.


Anexos:



GaCS

Vítor Fraga assegura que política de passes sociais nos Açores “responde claramente às necessidades”

O Secretário Regional do Turismo e Transportes afirmou hoje, em Ponta Delgada, que a política de passes sociais existente nos Açores “responde claramente às necessidades” dos Açorianos, frisando que estes títulos podem ser usados por 90 por cento dos utilizadores de transportes públicos e são significativamente mais baratos que na Madeira e no continente.

“A Região tem uma política de passes sociais implementada que responde claramente às nossas verdadeiras necessidades, como dá bem nota a crescente adesão que tem havido a estes títulos de transporte e aos transportes públicos em geral”, afirmou Vítor Fraga, acrescentando que, atualmente, 90 por cento dos utilizadores de transportes públicos “podem recorrer aos passes sociais”.

Vítor Fraga, que falava aos jornalistas depois de ter sido ouvido na Comissão de Assuntos Sociais, considerou, por isso, que a proposta apresentada pelo BE sobre esta matéria “é completamente demagógica, irresponsável e não tem razão de ser”.

“Estes títulos de transporte para aqueles que efetivamente mais necessitam são 60% mais baratos nos Açores do que no continente e 68% mais baratos do que na Madeira para distâncias iguais”, frisou.

Relativamente à implementação do passe intermodal, o Secretário Regional dos Transportes considerou que a proposta em análise na comissão “ignora um documento que foi apresentado na Assembleia Legislativa Regional, que foi inclusivamente elogiado pelo BE, que é o Plano Integrado de Transportes”.

“Para evoluirmos para o passe intermodal temos vários passos a dar, um dos quais de ordem tecnológica”, frisou, acrescentando que “é preciso dotar as nossas empresas de transporte de condições tecnológicas que permitam a sua implementação”.

Vítor Fraga assegurou que “este é um objetivo, é uma medida englobada no Plano Integrado de Transportes dos Açores que tem a sua concretização prevista até ao final da legislatura”.

“O Plano Integrado de Transportes não se destina exclusivamente à mobilidade social, destina-se a toda a mobilidade na Região, isto será conseguido com esta implementação que está prevista e que permitirá a evolução para aquilo que já temos parcialmente implementado, que é o Balcão Único, no sentido de melhorar a capacidade de mobilidade e de facilidade de acesso a todos os tipos de transporte na Região”, salientou Vítor Fraga.

Anexos:


GaCS

quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

Agenda do Governo Regional dos Açores para 18 e 19 de dezembro

QUINTA-FEIRA, DIA 18:

ATIVIDADES DO PRESIDENTE DO GOVERNO:

17H00 - O Presidente do Governo, Vasco Cordeiro, recebe o Grupo de Serenatas e idosos do Centro de Dia da Junta de Freguesia de Ponta Garça.

Local: Palácio de Santana, em Ponta Delgada.

ATIVIDADES DOS OUTROS MEMBROS DO GOVERNO:

09H30 - A Secretária Regional da Solidariedade Social, Andreia Cardoso, é ouvida pela Comissão de Assuntos Sociais da Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores.

Local: delegação da ALRAA, em Angra do Heroísmo.

10H00 - O Secretário Regional da Agricultura e Ambiente, Luís Neto Viveiros, é ouvido pela Comissão de Economia da Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores.

10H30 - O Secretário Regional do Turismo e Transportes, Vítor Fraga, é ouvido pela Comissão de Assuntos Sociais da Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores.

Local: delegação da ALRAA, em Ponta Delgada.

15H30 - O Secretário Regional da Saúde, Luís Cabral, assiste ao Natal dos Hospitais.

Local: auditório do Hospital do Divino Espírito Santo, em Ponta Delgada.

OUTROS AGENDAMENTOS:

19H00 - O Diretor Regional das Comunidades, Paulo Teves, está presente na sessão comemorativa do Dia Internacional dos Migrantes.

Local: Centro Cultural e de Congressos de Angra do Heroísmo.

SEXTA-FEIRA, DIA 19:

ATIVIDADES DOS MEMBROS DO GOVERNO:

16H00 - O Secretário Regional da Educação e Cultura, Avelino Meneses, preside à cerimónia de entrega do Prémio de Pintura António Dacosta.

Local: Biblioteca Pública e Arquivo Regional de Ponta Delgada.

OUTROS AGENDAMENTOS:

19H30 - O Diretor Regional das Comunidades, Paulo Teves, está presente na Festa de Natal com Imigrantes.

Local: salão dos Escuteiros, rua da Mãe de Deus, em Ponta Delgada.



GaCS

Luís Cabral anuncia regime de convenção de consultas presenciais e por telemedicina

O Secretário Regional da Saúde anunciou hoje, em Santa Cruz da Graciosa, a realização de convenções com médicos para realização de consultas, reforçando a oferta disponibilizada com a deslocação de especialistas às ilhas do arquipélago dos Açores que não possuem hospital.

“Este regime de convenção poderá ser concretizado através da deslocação dos médicos às unidades de saúde para consultas presenciais ou através da telemedicina, sendo igual o preço a pagar por consulta”, afirmou Luís Cabral.

O Secretário Regional esteve hoje reunido com o Conselho de Administração da Unidade de Saúde da Ilha Graciosa, que foi a primeira da Região a avançar com esta possibilidade, estando já publicadas convenções para a realização de consultas nas especialidades de Urologia, Pneumologia e Dermatologia.

Na especialidade de Dermatologia já foi manifestado o interesse de uma médica do continente, que fará todas as triagens de consultas nesta especialidade com as unidades de saúde da Região, um modelo que, segundo Luís Cabral, "em breve se poderá alargar a outras áreas”.

Luís Cabral considerou que esta solução tem vantagens para as unidades de saúde e para os médicos, que podem acertar as deslocações em função das reais necessidades e, ao mesmo tempo, incentiva o uso da telemedicina, agora com plataformas de trabalho mais modernas e eficazes.

O Secretário Regional frisou, no entanto, que "a principal vantagem será, naturalmente, para as pessoas, que passam a ter um acompanhamento mais frequente, em função da sua situação clínica, sem ter de deslocar-se do local onde residem e sem deixar de ter o apoio dos familiares”.

Este modelo poderá também ser utilizado por hospitais, através de convenções com médicos do exterior, também com recurso a regime de telemedicina ou consultas presenciais, em áreas em que não consigam dar resposta com recursos próprios.

Nesta deslocação à Graciosa, o Secretário Regional da Saúde esteve também presente na cerimónia de inauguração do Posto de Farmácia, a convite da Mesa da Santa Casa da Misericórdia de Angra do Heroísmo.

Luís Cabral aproveitou para agradecer a disponibilidade da Santa Casa da Misericórdia de Angra do Heroísmo na abertura deste Posto de Farmácia, uma iniciativa que “vem trazer grandes benefícios à população da Graciosa”.

Nesse sentido, salientou “a satisfação das pessoas por poderem dispor de medicamentos que tinham dificuldade de adquirir”.

Na sua intervenção, o Secretário Regional anunciou ainda que “está a ser preparada legislação” que permita facilitar e dar estabilidade à instalação de postos de farmácia, de modo a garantir uma solução rápida, no caso de surgirem situações semelhantes noutras localidades.



GaCS

Cartoon do Prof. Paulo Gomes sobre a proibição da caça ao coelho na Ilha Graciosa









































Cartoon da autoria do Prof. Paulo Gomes (Escola Básica e Secundária da Graciosa)

Candidaturas ao Prémio de Boas Práticas Inclusivas abertas até 31 de janeiro

O prazo de candidaturas ao Prémio de Boas Práticas Inclusivas, uma iniciativa do Governo dos Açores que visa incentivar e distinguir projetos desenvolvidos no âmbito da promoção da integração dos migrantes e da interculturalidade, decorre até 31 de janeiro de 2015.

“Nas nossas ilhas, temos cerca de 3.600 residentes de 75 diferentes nacionalidades, orgulhando-se os Açores de ser uma região que acolhe bem os seus imigrantes, mas tal não pode significar que deixemos de estar atentos aos desafios específicos dessas comunidades, representando sim um incentivo para prosseguirmos e apoiarmos uma inclusão cada vez melhor”, afirmou o Subsecretário Regional da Presidência para as Relações Externas.

Para Rodrigo Oliveira, “temos todas as vantagens em promover um melhor e maior conhecimento das iniciativas que diferentes entidades desenvolvem no âmbito da integração e da interculturalidade, como é objetivo desta iniciativa do Governo dos Açores”.

As candidaturas ao Prémio de Boas Práticas Inclusivas podem ser apresentadas por estabelecimentos de ensino, empresas privadas, associações e órgãos de comunicação social com sede na Região, podendo cada entidade apresentar mais do que um projeto.

Os projetos podem ser candidatados a este galardão pelas instituições que o desenvolverem, mas também podem ser propostos por pessoas ou entidades que tenham sido objeto da iniciativa ou que tenham tido conhecimento dela.

Os interessados devem submeter as candidaturas até 31 de janeiro de 2015, através da apresentação de um formulário próprio que está disponível na página da Direção Regional das Comunidades no Portal do Governo, no endereço eletrónico www.azores.gov.pt, acompanhado de evidências que certifiquem a plena realização do projeto.

As candidaturas, apresentadas em língua portuguesa, podem ser remetidas via correio eletrónico para o endereço drc@azores.gov.pt ou para a Direção Regional das Comunidades, nos endereços Colónia Alemã, Edifício do Relógio, Apartado 96, 9900-014 Horta, Rua do Palácio, 9700-143 Angra do Heroísmo ou Rua Professor Alfredo Bensaúde, n.º 6, R/C, 9500 –700 Ponta Delgada.

Para mais informações, os interessados devem contactar a Direção Regional das Comunidades, através do endereço eletrónico drc@azores.gov.pt  ou do telefone 292 208 100 ou consultar o sítio na Internet com o endereço www.azores.gov.pt.



GaCS